Categorias: Terapias Naturais

Vinagre venusiano: alquimia e beleza

Fonte: Cozinha do Jardim
Fonte: Cozinha do Jardim

Uma das regentes do ano de 2021 é Vênus, deusa do amor. No candomblé o ano nasce sob regência de Oxalá e Oxum. Vênus é símbolo da criatividade, do equilíbrio, da socialização, riqueza e beleza.

E é em sua homenagem que surge o vinagre. Ele é bastante mágico e não é uma simples mistura, pois sua sinergia é composta de alimentos silvestres muito vitalizantes, ervas e medicamentos oferecidos pela mãe natureza nessa temporada que estamos no hemisfério sul – o verão. Trata-se de um tônico rico em nutrientes, embelezador e fortificante que é frutado, picante e terroso ao mesmo tempo.

Na receita existe um equilíbrio entre folhas, flores e sementes, que incorporam os princípios energéticos da estação, fazendo com que o vinagre venusiano possa ser utilizado tanto na culinária como em tratamentos caseiros, as chamadas medicinas caseiras.

Por falar nisso, no dia 20 de janeiro, darei uma aula gratuita no youtube, ensinando você a preparar um xarope de lavanda, muito indicado para gripes e resfriados – e também para reduzir sintomas de ansiedade.

Para reservar sua vaga na aula, não perde tempo e se inscreve aqui.

Mas voltando ao assunto do vinagre venusiano, ele dá um bom toque para comidas e pratos mais leves, típicos do verão, como saladas, repolho refogado, raízes de vegetais, e também, quando se fala em saúde, é utilizado para energizar, fortalecer o sistema imunológico, possui ferro pela presença da flor de capuchinha, cujo nome científico é Tropaeolum majus L.

Aliás, são principalmente as flores de capuchinha, assim como as sementes de girassol e pétalas de rosa branca orgânica que dão a coloração e aroma ao preparado sazonal. Mas o que o torna mágico é que da doce acidez da maça silvestre do vinagre às flores picantes da capuchinha e doces da rosa, se embalam as sementes do girassol – revigorantes – que nascem em direção ao maior astro que existe, o sol. A preparação incorpora os princípios energéticos e os coloca em ação.

O solstício de verão também conhecido como solstício estival, ocorre quando um dos pólos da Terra tem sua inclinação máxima em direção ao sol e por isso é importante que esse vinagre seja preparado durante essa temporada, quando a figura do rei sol predomina em sua plena potência.

Isso ocorre duas vezes no ano, uma vez em cada hemisfério (norte e sul). Para esse hemisfério, o solstício de verão é quando o sol atinge sua posição mais alta no céu e é o dia com maior período de luz durante o dia. A inclinação axial máxima da Terra em direção ao sol é de 23.44 graus. Da mesma forma, a declinação do Sol do equador celeste é de 23,44 graus. O solstício de verão, época de renovação e fertilidade (Deus Vênus) ocorre entre 20 e 22 de junho no Hemisfério Norte e entre 20 e 23 de dezembro no Hemisfério Sul.

O que eu gosto dessa época do ano e especialmente dessa passagem do ano de 2021 é que estamos no verão no hemisfério sul e sob a regência anual direta de Vênus, a deusa da beleza e de toda natureza verde pungente. Vênus aparece no solstício de verão e também no equinócio de outono (cumprindo a promessa da nova vida que plantou na primavera).

Gosto de pensar no vinagre venusiano como magicamente vivo com a força vital da natureza, do verão – com o calor trazido pelo sol. Como as herbalistas bem sabem mergulhar plantas e alimentos no banho ácido de vinagre extrai seus nutrientes e qualidades medicinais para o próprio líquido. E agora, do jardim à floresta, existem pétalas de rosa com vitamina C, sementes de girassol com propriedades anti-inflamatórias, flores de capuchinha com luteína… E você pode fazer o seu vinagre, acrescentando mais elementos naturais, conforme estudo de suas propriedades medicinais e culinárias.

O vinagre já é bom por si só: ajuda a diminuir o colesterol, melhora manchas na pele, diminui a pressão alta, ajuda a prevenir e combater a osteoporose e melhorar o funcionamento do sistema metabólico.

Uso o vinagre até para clarear manchas de roupas em casa e dar brilho nos cabelos. E por ter muitas propriedades, o vinagre tem sido usado desde muito tempo para muito mais do que conservar picles, tem sido usado como tônico fortalecedor e energizante também ao longo da história. O vinagre, na saúde, potencializa o efeito da erva que foi ali acrescentada.

Eu gosto muito da parte de storytelling que envolve cada elemento e aprecio a tradicão de fazer vinagre como criação alquímica. A lenda conta que Cleópatra, rainha do Egito, após uma refeição generosa com Marco Antonio, dissolveu uma pérola em vinagre e bebeu a mistura. Mais tarde, o vinagre desempenhou um papel importante para as criações alquímicas do povo europeu, onde acreditava-se que o vinagre iria destilar ou extrair propriedades mágicas de plantas, pedras e minerais.

Então, durante o verão, momento de apogeu do sol e de toda sua energia celestial, e durante o período marcado em duplicidade pela condução de vidas da Deusa Vênus (solstício de verão e ano de 2021 com sua regência), faça uso do elixir venusiano com vinagre, uma poção do amor, da longevidade e vitalidade. A magia começa na sua coleta de ingredientes – mesmo que seja no supermercado! – e se espalha ao seu redor, basta acreditar!

Vale lembrar que você pode usar essa sinergia em todos os tipos de pratos, para conservar alcaparras, botões de capuchinha ou outras flores, dar cor e luz a um molho, para vinagrete ou marinar carnes e espalhado em grãos e legumes inteiros cozidos, no feijão e sopas leves de verão. Que ele o alimente, o trate, o cure e dê energia!

Vale lembrar que o canal Do Jardim possui conteúdo educacional. Não interrompa medicamentos e para tratamentos, consulte um profissional de saúde. Fonte de inspiração para a matéria e montagem das fotos por: gather victoria.

                         VINAGRE DE VÊNUS
Ingredientes (apenas um guia aproximado para sua própria mistura!)

3 ou 4 maçãs silvestres, cortadas em fatias (se você não conseguir encontrar nenhuma, use uma pequena maçã crocante)
3/4 xícara de flores de capuchinha picadas orgânicas
1/4 de xícara de pétalas de rosas brancas orgânicas
punhado de sementes de girassol
raminho de alecrim, tomilho ou sálvia (ou todos os três)
2 dentes de alho descascados
1 colher de sopa de sal marinho
1 litro de vinagre de maçã
Modo de preparo:
Encha um frasco de um litro com seu material vegetal.
Despeje vinagre de maçã em temperatura ambiente na jarra até que esteja cheia. Cubra o frasco com uma tampa de rosca de plástico ou use um quadrado de pano por baixo da tampa de metal (o vinagre desintegra o metal) preso com um elástico.
Armazene sua mistura longe da luz solar direta em temperatura ambiente.
Sua sinergia estará pronta em seis semanas!